quinta-feira, 29 de setembro de 2011

AMOR - POR MIM

"Amor não se mede, não se escolhe, não se compra,
Amor não pode ser ignorado nem negligenciado,
Amor não é egoísta, tampouco egocêntrico,
Não é preconceituoso, nem insano...

O Amor é sublime em todo o sentido da palavra:
É generoso, é amigo, é confiante,
É parceiro, companheiro…
Amor é incondicional e gigante,
E não se limita a um homem e a uma mulher…
...
O Amor é indispensável a todo e qualquer ser humano,
Quisá a todo ser vivo que habita este planeta,
Há quem diga que habita outros planetas…

E você, cara pálida, se acha melhor que o Amor?
Pense nisso e escolha como quer viver…"

Rosi Rodrigues

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

DESABAFO


Hoje eu descobri que eu gosto das pessoas são felizes e de bem com a vida, independente das dificuldades.

Depois de deixar minha filhota na escola, enquanto voltava pra casa, tive a oportunidade de conhecer e conversar com uma jovem que voltava da sua avaliação de direção.

Logo de manhã, pronta para ir para o trabalho, a moça estava falante, alegre e disposta a ser feliz. Conversou comigo como se fôssemos velhas amigas.

Achei o máximo!

Poucas pessoas, hoje em dia, possuem esta disponibilidade e vontade de fazer novas amizades e de ser feliz.

De que adianta ficarmos lamentando os problemas e dificuldades da vida? Isto não os resolve, apenas nos move para dentro de um poço escuro e sombrio, onde não podemos ver a luz.

Sejamos mais otimistas e não entreguemos os pontos tão facilmente.

Se há algo que não tenha solução neste mundo é para a morte. Ainda...

Pensemos nisto.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

A ÚLTIMA CRÔNICA - Fernando Sabino


A caminho de casa, entro num botequim da Gávea para tomar um café junto ao balcão. Na realidade estou adiando o momento de escrever. A perspectiva me assusta. Gostaria de estar inspirado, de coroar com êxito mais um ano nesta busca do pitoresco ou do irrisório no cotidiano de cada um. Eu pretendia apenas recolher da vida diária algo de seu disperso conteúdo humano, fruto da convivência, que a faz mais digna de ser vivida. Visava ao circunstancial, ao episódico. Nesta perseguição do acidental, quer num flagrante de esquina, quer nas palavras de uma criança ou num acidente doméstico, torno-me simples espectador e perco a noção do essencial. Sem mais nada para contar, curvo a cabeça e tomo meu café, enquanto o verso do poeta se repete na lembrança: "assim eu quereria o meu último poema". Não sou poeta e estou sem assunto. Lanço então um último olhar fora de mim, onde vivem os assuntos que merecem uma crônica.

Ao fundo do botequim um casal de pretos acaba de sentar-se, numa das últimas mesas de mármore ao longo da parede de espelhos. A compostura da humildade, na contenção de gestos e palavras, deixa-se acrescentar pela presença de uma negrinha de seus três anos, laço na cabeça, toda arrumadinha no vestido pobre, que se instalou também à mesa: mal ousa balançar as perninhas curtas ou correr os olhos grandes de curiosidade ao redor. Três seres esquivos que compõem em torno à mesa a instituição tradicional da família, célula da sociedade. Vejo, porém, que se preparam para algo mais que matar a fome.

Passo a observá-los. O pai, depois de contar o dinheiro que discretamente retirou do bolso, aborda o garçom, inclinando-se para trás na cadeira, e aponta no balcão um pedaço de bolo sob a redoma. A mãe limita-se a ficar olhando imóvel, vagamente ansiosa, como se aguardasse a aprovação do garçom. Este ouve, concentrado, o pedido do homem e depois se afasta para atendê-lo. A mulher suspira, olhando para os lados, a reassegurar-se da naturalidade de sua presença ali. A meu lado o garçom encaminha a ordem do freguês.

O homem atrás do balcão apanha a porção do bolo com a mão, larga-o no pratinho - um bolo simples, amarelo-escuro, apenas uma pequena fatia triangular. A negrinha, contida na sua expectativa, olha a garrafa de Coca-Cola e o pratinho que o garçom deixou à sua frente. Por que não começa a comer? Vejo que os três, pai, mãe e filha, obedecem em torno à mesa um discreto ritual. A mãe remexe na bolsa de plástico preto e brilhante, retira qualquer coisa. O pai se mune de uma caixa de fósforos, e espera. A filha aguarda também, atenta como um animalzinho. Ninguém mais os observa além de mim.

São três velinhas brancas, minúsculas, que a mãe espeta caprichosamente na fatia do bolo. E enquanto ela serve a Coca-Cola, o pai risca o fósforo e acende as velas. Como a um gesto ensaiado, a menininha repousa o queixo no mármore e sopra com força, apagando as chamas. Imediatamente põe-se a bater palmas, muito compenetrada, cantando num balbucio, a que os pais se juntam, discretos: "Parabéns pra você, parabéns pra você..." Depois a mãe recolhe as velas, torna a guardá-las na bolsa. A negrinha agarra finalmente o bolo com as duas mãos sôfregas e põe-se a comê-lo. A mulher está olhando para ela com ternura - ajeita-lhe a fitinha no cabelo crespo, limpa o farelo de bolo que lhe cai ao colo. O pai corre os olhos pelo botequim, satisfeito, como a se convencer intimamente do sucesso da celebração. Dá comigo de súbito, a observá-lo, nossos olhos se encontram, ele se perturba, constrangido - vacila, ameaça abaixar a cabeça, mas acaba sustentando o olhar e enfim se abre num sorriso.

Assim eu quereria minha última crônica: que fosse pura como esse sorriso."

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

A VERDADE DE CHARLES CHAPLIN


Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e 
Tudo se perderá.

domingo, 25 de setembro de 2011

LOUCOS E SANTOS - Oscar Wilde



Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.

sábado, 24 de setembro de 2011

AUSÊNCIA - Carlos Drummond de Andrade

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

PRIMAVERA - Patricia Tieko

Ela chega discreta
na metamorfose divina
com seus encantos, sua beleza
Seus varios perfumes,
com seu jeito peculiar.
Da vida ao seco
trazendo vigor da florada
uma eclosão de cores
num calor de amores
em uma brisa que enternece.
Crianças brincando na chuva
sobre um céu colorido
olhares sorridentes
pulsando nos movimentos
Ah, doce e bela primavera!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

A QUADRILHA

Carlos Drummond de Andrade
João amava Tereza que amava Raimundo 

Que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili 

Que não amava ninguém. 

João foi para os Estados Unidos, 

Tereza para o convento, 

Raimundo morreu de desastre, 

Maria ficou para tia 

Joaquim suicidou-se 

E Lili casou com J. Pinto Fernandes 

Que até então não tinha entrado na história.


Fonte: http://www.contos.poesias.nom.br

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

SERENATA - Cecília Meireles

Fonte: depressaopoesia.ning.com


Permita que eu feche os meus olhos,
pois é muito longe e tão tarde!
Pensei que era apenas demora,
e cantando pus-me a esperar-te.

Permite que agora emudeça:
que me conforme em ser sozinha.
Há uma doce luz no silencio,
e a dor é de origem divina.

Permite que eu volte o meu rosto
para um céu maior que este mundo,
e aprenda a ser dócil no sonho
como as estrelas no seu rumo.


Fonte: http://www.contos.poesias.nom.br

domingo, 18 de setembro de 2011

AS QUATRO ESTAÇÕES

Por Lourdes Neves Cúrcio
Na aurora de minha vida
Tudo era felicidade
Primavera tão sonhada!
O amor na pele aflorando
Brotando com intensidade,
A vida se transformando
Em abundantes floradas!

No entusiasmo do verão
Todo o ardor da juventude
A aquecer meu coração,
Emoção em plenitude!
Meu peito de amor se abrasando
Meu ser de alegria vibrando
A vida em eterna canção!

Surgiu, porém, o outono
Foram-se as folhas e as flores
Ficando em mim tão somente
Desilusões, dissabores;
Tal qual árvore desnuda
O meu coração se despiu
E de desilusão se vestiu!

Veio o vento e soprou frio
A vida se fez inverno
E o meu ser se fez tristonho,
Pois restou nele a saudade
Da emoção, do canto terno
Dos tempos de felicidade
Das flores, sorrisos e sonhos!


Fonte: http://www.poesiasonline.com

sábado, 17 de setembro de 2011

MEUS OLHOS TÃO SUAVES - Hafiz*


Não renuncie à sua solidão
Tão rapidamente.
Deixe-a cortar mais fundo.

Deixe-a fermentar e amadurecer
Como poucos ingredientes humanos
Ou mesmo divinos conseguem.

Algo ausente no meu coração esta noite
Tornou meus olhos tão suaves,
Minha voz
Tão terna,

Minha necessidade de Deus
Tão absolutamente
Clara


Tradução por Alexandra Nikasios

* "Chama Al-Din Muhammad Hafiz (Séc.XIV), poeta lírico persa; era exímio no gazel (espécie de ode) e professor de Exegese do Alcorão. Em suas obras uniu temas místicos à inspiração báquica e à exaltação da beleza." [Wikipedia]


Fonte: http://sites.google.com

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

SUAVIDADE - Benedita Azevedo


Buscando a suavidade deste amor
mais firme no querer a cada dia,
de todos os valores e ousadia
queria demonstrar o seu valor.

Tentando aveludar a voz fazia
vibrar todas as cordas com fervor,
e meu corpo aquecido transgressor,
transformando a volúpia em euforia.

Suaves gestos irmanados grassam,
teus abraços me afagam com ternura,
e não há discordâncias que os desfaçam.

Muito carinho, afeto e fantasia
transformando-se bênçãos e aventura,
despertam em mim enorme alegria.

domingo, 11 de setembro de 2011

NAMORADAS X NAMORADOS


Por que as namoradas devem amar mais do que seus namorados?

Eita problema cruel!!! kkkkkk

sábado, 10 de setembro de 2011

O MENINO E A BONECA

Eu estava andando em uma loja no shopping, quando eu vi a mão do caixa devolver um dinheiro a um menino. Ele não poderia ter mais do que 5 ou 6 anos de idade.

A caixa disse: “Me desculpe, mas você não tem dinheiro suficiente para comprar esta boneca.” Então o menino se virou para uma senhora próxima a ele: “Vovó, você tem certeza que eu não tenho dinheiro suficiente?” A velha senhora respondeu: “Você sabe que você não tem dinheiro suficiente para comprar esta boneca, querido.” Então ela pediu para ele ficar lá por apenas cinco minutos enquanto ela ia dar uma volta… Ela saiu rapidamente.

O pequeno menino estava segurando a boneca em sua mão. Por último, caminhei em direção ao garoto e perguntei para quem ele queria dar aquela boneca. “É a boneca que minha irmã mais adorava, e queria muito no Natal. Tinha certeza de que Papai Noel iria trazê-la para ela.” Respondi-lhe que talvez o Papai Noel iria trazê-la no próximo natal, e que era pra ele não se preocupar. Mas ele respondeu-me com tristeza. “Não, o Papai não poderá levar a boneca onde ela está agora. Eu tenho que dar a boneca para minha mãe para que ela possa dar a minha irmã quando ela for lá.” Seus olhos eram tão tristes ao dizer isso. “Minha irmã foi para o céu com Deus. O pai diz que a mamãe vai ver Deus em breve também, então eu pensei que ela poderia levar a boneca com ela e entregar a minha irmã.” 

Meu coração quase parou. O menino olhou para mim e disse: “Eu disse ao papai para dizer a mamãe não ir ainda. Eu preciso dela para esperar até que eu volte do shopping.” Então ele me mostrou uma foto muito bonita dele onde ela estava rindo. Ele então me disse “Eu quero que a mamãe tire uma foto minha com ela para que ela não vai esquecer de mim. Eu amo a minha mãe e gostaria que ela não me deixasse, mas meu pai disse que ela tem que ir para ficar com a minha irmãzinha.” Então ele ficou olhando para a boneca com os olhos tristes e muito quietinho.

Eu rapidamente procurei minha carteira e disse ao garoto. “Suponha que nós verificamos novamente, apenas no caso de você ter dinheiro suficiente para comprar a boneca?” Ele disse: “Ok, eu espero ter o suficiente…” Acrescentei algumas das minhas moedas ao dinheiro dele, sem que ele percebesse, e começamos a contá-lo. Não foi só suficiente para a boneca, e até mesmo sobrou algum dinheiro.

O menino disse: “Obrigado Deus por me dar bastante dinheiro!” Então ele olhou para mim e disse: “Eu pedi a última noite antes de ir dormir pra Deus para me certificar de que tinha dinheiro suficiente para comprar esta boneca, para que mamãe poderia dar à minha irmã. Ele me ouviu! Eu também queria ter dinheiro suficiente para comprar uma rosa branca para minha mãe, mas não me atrevi a pedir a Deus muito. Mas Ele me deu dinheiro suficiente para comprar a boneca e a rosa branca! Minha mãe adora rosas brancas.”

Poucos minutos depois, a velha senhora voltou e eu saí com a minha cesta. Terminei minhas compras num estado totalmente diferente de quando eu comecei. Eu não conseguia tirar aquele garotinho do meu pensamento. Então me lembrei de um artigo de jornal local de dois dias atrás, que mencionou um homem bêbado numa caminhonete, que bateu em um carro ocupado por uma mulher jovem e uma menina. A menina morreu na hora, e a mãe estava em estado crítico. A família teve de decidir se queriam desligar os aparelhos de suporte de vida, porque a jovem não seria capaz de se recuperar do coma. Foi esta a família do menino?

Dois dias depois desse encontro com o garotinho, eu li no jornal que a jovem tinha morrido. Eu não deixar de ir lá, comprei um buquê de rosas brancas e fui à casa funerária onde o corpo da jovem foi exposto para as pessoas verem e fazer os últimos desejos antes de seu enterro. Ela estava lá, em seu caixão, segurando uma linda rosa branca em sua mão com a foto do garotinho e com a boneca em seu peito. Eu deixei o local, com lágrimas nos olhos, sensação de que minha vida havia mudado para sempre…

O amor que o garotinho tinha por sua mãe e sua irmã ainda é, até hoje, difícil de imaginar. E em uma fração de segundo, um motorista bêbado tinha tirado tudo isso dele.


Autor Desconhecido

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

VITORIOSA - Ivan Lins

Quero sua risada mais gostosa
Esse seu jeito de achar
Que a vida pode ser maravilhosa...

Quero sua alegria escandalosa
Vitoriosa por não ter
Vergonha de aprender como se goza...

Quero toda sua pouca castidade
Quero toda sua louca liberdade
Quero toda essa vontade
De passar dos seus limites
E ir além, e ir além...

Quero sua risada mais gostosa
Esse seu jeito de achar
Que a vida pode ser maravilhosa
Que a vida pode ser maravilhosa...

Quero toda sua pouca castidade
Quero toda sua louca liberdade
Quero toda essa vontade
De passar dos seus limites
E ir além, e ir além...

Quero sua risada mais gostosa
Esse seu jeito de achar
Que a vida pode ser maravilhosa
Que a vida pode ser maravilhosa...

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

AS CORES DOS AMIGOS


Amigos são "cores", cada qual com seu matiz, e um jeitão sempre muito marcante.

Há o Amigo "cor verde":
É aquele que em tudo ressalta a beleza da Vida e põe esperança nela.
Ergue-nos!

Há o Amigo "cor azul":
Ele sempre traz palavras de paz e de serenidade, dando-nos a impressão, ao ouvi-lo, que estamos em contato direto com o céu ou com o profundo azul do mar.
Ele nos eleva!

Há o Amigo "cor amarela":
Ele nos aquece, assim como o sol; faz-nos rir, sorrir e enxergar o amarelo brilho das estrelas bem ao alcance das nossas mãos.

Há o Amigo "cor laranja":
Ele nos traz a sensação de vigor, saúde, enriquece nosso espírito com energias que são verdadeiras vitaminas para o nosso crescimento.

Há o Amigo "cor vermelha":
É aquele que domina as regras de viver, é como nosso sangue.
Ele acusa perigos, mas nunca nos abala a coragem.
É pródigo em palavras apaixonadas e repletas de caloroso amor.

Há o Amigo "cor roxa":
Ele traz à tona nossa essência majestosa, como a dos reis e dos magos.
Suas palavras têm nobreza, autoridade e sabedoria.

Há o Amigo "cor cinza":
Ele nos ensina o silêncio, a interiorização e o autoconhecimento.
É um indutor a pensamentos e reflexões.
Ajuda a nos aprofundar em nós mesmos.

Há o Amigo "cor preta":
Ele é mestre em mostrar nosso lado mais obscuro, com palavras geralmente duras, atinge-nos sem 'anestesia' e, com boas intenções, leva-nos a melhor considerar nossas atitudes perante a vida.

E há o Amigo "cor branca":
Esse é uma mistura de todos.
É aquele que 'saca' um pouco de cada um e nos revela verdades nascidas da vivência e da incorporação de conhecimentos.
Ele nos prova que, não só ele, mas também todos os outros, têm verdades aprendidas para partilhar conosco.

Se reunirmos a todos num Grande Encontro, veremos um arco-íris de Amor e Amizade.


Autor Desconhecido por mim...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

HOMENAGEM AO 7 DE SETEMBRO

CANÇÃO DO EXÍLIO - Gonçalves Dias
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar — sozinho, à noite —
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu’inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.


Fonte: http://www.overmundo.com.br

terça-feira, 6 de setembro de 2011

MÃE NATUREZA

Sou filha da alegria, da paz, do amor
Sou prima do Sol, da Lua, da Cor
Apadrinho as flores, as árvores, os animais
Acalento as rochas, as montanhas, o mananciais
Sou Mãe Natureza na água, na terra e no ar...

Não quero poder nem tampouco fama,
Quero carinho e reconhecimento,
Gratidão e solicitude,
A perseverança no coração dos homens,
A inocência na alma das crianças...

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

SOLITÁRIO - Augusto dos Anjos

Como um fantasma que se refugia 
Na solidão da natureza morta, 
Por trás dos ermos túmulos, um dia, 
Eu fui refugiar-me à tua porta!

Fazia frio e o frio que fazia
Não era esse que a carne nos contorta...
Cortava assim como em carniçaria
O aço das facas incisivas corta!

Mas tu não vieste ver minha Desgraça!
E eu saí, como quem tudo repele, 
-- Velho caixão a carregar destroços --

Levando apenas na tumba carcaça
O pergaminho singular da pele
E o chocalho fatídico dos ossos!


Fonte: http://pensador.uol.com.br

domingo, 4 de setembro de 2011

OS OUTROS - Fernando Pessoa

É fácil trocar as palavras,
Difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos,
Difícil é reter o calor!
É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!

Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo."


Fonte: http://pensador.uol.com.br

sábado, 3 de setembro de 2011

BAMBU CHINÊS - Autor Desconhecido

"Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê nada,absolutamente nada, por 4 anos - exceto o lento desabrochar de um diminuto broto, a partir do bulbo. Durante 4 anos, todo o crescimento é subterrâneo, numa maciça e fibrosa estrutura de raiz, que se estende vertical e horizontalmente pela terra. Mas então, no quinto ano, o bambu chinês cresce, até atingir 24 metros".
Covey escreveu: "Muitas coisas na vida (pessoal e profissional) são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo e esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e às vezes não se vê nada por semanas, meses ou mesmo anos. Mas, se tiver paciência para continuar trabalhando e nutrindo, o quinto ano chegará e o crescimento e a mudança que se processam o deixarão espantado. O bambu chinês mostra que não podemos desistir fácil das coisas...
Em nossos trabalhos, especialmente projetos que envolvem mudanças de comportamento, cultura e sensibilização para ações novas, devemos nos lembrar do bambu chinês para não desistirmos fácil frente às dificuldades que surgem e que são muitas"...

Fonte:
http://www.crisboog.com.br

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

MEU CÉU DE SETEMBRO

Hédina A. Vilas Boas
Quanta beleza neste azul perfeito
Só muda a tonalidade de sua cor
Onde o sol aparece
O restante é todo um azul anil
De tal intensidade 
Que passa em meus olhos
Direto para a alma.
Esse dia me acalma...
Que silêncio!
A música que toca
Para minha inspiração
São de pássaros cantando
Em toda direção.
Cânticos variados
Cada um tem seu cuidado
Para agradar ao Pai Supremo
Com a mais perfeita melodia.
Creio que os cânticos
Mais lindos depois das dos anjos
É o dos pássaros... não tem mácula.
Continuando com meu céu de setembro
É o mês de primavera
O sol está ameno
Toca minha alma apenas para aquecer
Não agride, não machuca, só agrada.
Tudo muito verde
Todas as árvores brilham
Mostrando seu resplendor
Pois logo, logo
Cada uma mostrará suas flores
Momentos onde esquecemos as dores
Lembrando de um Pai tão cuidadoso
Que de um ano separou 
Um mês inteiro para adornar,
Colorir com tantas cores,
Todas que existem!
Sinto paz!
Muitas vezes as vozes humanas 
Nos amarguram...
Quer ver voz perfeita?
Acorde mais cedo, sente-se à sua janela
Assista tal espetáculo...
Assista... ouça... veja como é a voz de Deus
Estou aqui... 
O dia parece que não está passando!
Gostaria de guardá-lo numa caixinha
para todo momento de angústia
Lembrar do presente tão lindo
Que Deus me deu:
O mês de setembro...
O mês das flores...
O mês dos amores...
Obrigada meu Senhor! 
Amado de minha alma!
Obrigada pelo mês de setembro...
Deste sempre me lembro!

Fonte: http://www.luso-poemas.net

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

BONS AMIGOS - Machado de Assis

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!


quarta-feira, 31 de agosto de 2011

LIVROS E FLORES - Machado de Assis

Teus olhos são meus livros.
Que livro há aí melhor,
Em que melhor se leia
A página do amor?

Flores me são teus lábios.
Onde há mais bela flor,
Em que melhor se beba
O bálsamo do amor?


terça-feira, 30 de agosto de 2011

OS NOSSOS EUS


Virginia Woolf, in "Orlando"

"Esses eus de que somos feitos, sobrepostos como pratos empilhados nas mãos de um empregado de mesa, têm outros vínculos, outras simpatias, pequenas constituições e direitos próprios - chamem-lhes o que quiserem (e muitas destas coisas nem sequer têm nome) - de modo que um deles só comparece se chover, outro só numa sala de cortinados verdes, outro se Mrs. Jones não estiver presente, outro ainda se se lhe prometer um copo de vinho - e assim por diante; pois cada indivíduo poderá multiplicar, a partir da sua experiência pessoal, os diversos compromissos que os seus diversos eus estabelecerem consigo - e alguns são demasiado absurdos e ridículos para figurarem numa obra impressa."

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

AS DUAS FACES DA AMBIÇÃO

Francis Bacon, in 'Ensaios - Da Ambição'
"A ambição é como a bílis, humor que torna os homens activos ardentes, cheios de alacridade, e movimentados, se não for obstruída. Mas se for obstruída e não tiver curso livre, começa a ser adusta e portanto maligna e venenosa.

Assim também os homens ambiciosos, se encontram caminhos abertos para a sua ascensão e continuam a progredir, são mais negociosos do que perigosos; mas se forem contrariados nos seus desejos, tornam-se secretamente descontentes, e projectam mau-olhado sobre os outros homens e sobre as coisas; alegram-se apenas quando as coisas correm mal, o que é a pior condição no servidor de um príncipe ou de uma república."

Fonte:
http://www.citador.pt

sábado, 27 de agosto de 2011

TUA FALA - Everardo Norões

Tua fala parecia
uma rede de varandas,
branca,
no meio da sala.

(Uma coisa que envolve
e, ao mesmo tempo, se esquiva):
gesto seco de uma chama,
morrendo,
e sempre mais viva.

Era assim, tua palavra:
escorreita, sem medida.
Falas como pés descalços,
presos à relva macia.
Ou um cheiro de curral
quando a manhã principia.

(Tua fala parecia
a rede, toda bordada,
onde a noite amanhecia).

Fonte: Postais Poéticos, Revista Vida Simples - Março/2011, Edição 103.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

TEMPO CERTO - Paulo Coelho

De uma coisa podemos ter certeza: de nada adianta querer apressar as coisas; tudo vem ao seu tempo, dentro do prazo que lhe foi previsto.
Mas a natureza humana não é muito paciente.
Temos pressa em tudo e aí acontecem os atropelos do destino, aquela situação que você mesmo provoca, por pura ansiedade de não aguardar o tempo certo.
Mas alguém poderia dizer: Qual é esse tempo certo?

Bom, basta observar os sinais. Quando alguma coisa está para acontecer ou chegar até sua vida, pequenas manifestações do cotidiano enviarão sinais indicando o caminho certo.
Pode ser a palavra de um amigo, um texto lido, uma observação qualquer.
Mas, com certeza, o sincronismo se encarregará de colocar você no lugar certo, na hora certa, no momento certo, diante da situação ou da pessoa certa.

Basta você acreditar que nada acontece por acaso. 
Talvez seja por isso que você esteja agora lendo estas linhas.
Tente observar melhor o que está a sua volta.
Com certeza alguns desses sinais já estão por perto e você nem os notou ainda.
Lembre-se, que o universo sempre conspira a seu favor quando você possui um objetivo claro e uma disponibilidade de crescimento.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

VIDA

Vida...
O que é a vida?
Um arco-íris em sete cores com um pote de ouro no final?
Uma foto preta e branca mostrando marcas como uma lupa?
Um quê de situações estranhas e absurdas?
Ou uma distração de nossos pais ao nos conceber?

Vida solitária
Vida comedida
Vida sem sentido
Vida construída
Vida banalizada
Vida cativada
Vida...

Passeando pela vida, encontro o caminho a ser seguido
Caminho das pedras, caminho do asfalto...
O caminho sem direção da vida
Cada caminho, um guia
Cada direção, um acerto, um erro
Cada vida, uma consciência...

Vida...
Vida solitária
Vida comedida
Vida sem sentido
Vida construída
Vida banalizada
Vida cativada

Vida...
Qual o signicado da minha?

terça-feira, 23 de agosto de 2011

METADE - Oswaldo Montenegro


Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio;
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca;
Porque metade de mim é o que eu grito,
Mas a outra metade é silêncio...

Que a música que eu ouço ao longe
Seja linda, ainda que tristeza;
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante;
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade...

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece
E nem repetidas com fervor,
Apenas respeitadas como a única coisa que resta
A um homem inundado de sentimentos;
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo...

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço;
E que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada;
Porque metade de mim é o que penso
Mas a outra metade é um vulcão...

Que o medo da solidão se afaste
E que o convívio comigo mesmo
Se torne ao menos suportável;
Que o espelho reflita em meu rosto
Um doce sorriso que me lembro ter dado na infância;
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
A outra metade eu não sei...

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
para me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais;
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço...

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade para faze-la florescer;
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção...

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade... também.

domingo, 21 de agosto de 2011

SEJA RARO!

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.
3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.
4. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. Seus amigos e seus pais vão. Mantenha contato.
5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo mês.
6. Você não tem que vencer todo argumento. Concorde para discordar.
7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho..
8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele aguenta.
9. Poupe para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.
10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão.
11. Sele a paz com seu passado para que ele não estrague seu presente.
12. Está tudo bem em seus filhos te verem chorar.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem ideia do que se trata a jornada deles.
14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, você não deveria estar nele.
15. Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe, Deus nunca pisca.
16. Respire bem fundo. Isso acalma a mente.
17. Se desfaça de tudo que não é útil, bonito e prazeroso.
18. O que não te mata, realmente te torna mais forte.
19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de você e mais ninguém.
20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite não como resposta.
21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use a lingerie elegante. Não guarde para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Prepare-se bastante, depois deixe-se levar pela maré.
23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém é responsável pela sua felicidade além de você.
26. Encare cada "chamado" desastre com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo de todos.
29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo.
31. Independentemente se a situação é boa ou ruim, irá mudar.
32. Não se leve tão a sério. Ninguém mais leva...
33. Acredite em milagres.
34. Deus te ama por causa de quem Deus é, não pelo o que vc fez ou deixou de fazer.
35. Não faça auditoria de sua vida. Apareça e faça o melhor dela agora.
36. Envelhecer é melhor do que a alternativa: morrer jovem.
37. Seus filhos só têm uma infância.
38. Tudo o que realmente importa no final é que você amou.
39. Vá para a rua todo dia. Milagres estão esperando em todos os lugares.
40. Se todos nós jogássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos os de todo mundo, pegaríamos os nossos de volta.
41. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor está por vir.
43. Não importa como você se sinta, levante-se, vista-se e apareça.
44. Produza.
45. A vida não vem embrulhada em um laço, mas ainda é um presente."

sábado, 20 de agosto de 2011

MULHERES POSSÍVEIS

"Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. Uma imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado três vezes por semana, decido o cardápio das refeições, levo os filhos no colégio e busco, almoço com eles, estudo com eles, telefono para minha mãe todas as noites, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e-mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos, participo de eventos e reuniões ligados à minha profissão e ainda faço escova toda semana - e as unhas! E, entre uma coisa e outra, leio livros. Portanto, sou ocupada, mas não uma workaholic. Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres. Primeiro: a dizer NÃO. Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás. Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero. Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros. Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho. Você não é Nossa Senhora. Você é, humildemente, uma mulher. E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável. É ter tempo. Tempo para fazer nada. Tempo para fazer tudo. Tempo para dançar sozinha na sala. Tempo para bisbilhotar uma loja de discos. Tempo para sumir dois dias com seu amor. Três dias. Cinco dias! Tempo para uma massagem. Tempo para ver a novela. Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza. Tempo para fazer um trabalho voluntário. Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto. Tempo para conhecer outras pessoas. Voltar a estudar. Para engravidar. Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado. Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir. Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal. Existir, a que será que se destina? Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra. A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem. Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si. Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo! Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente. Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela. Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.
Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores. E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante."


Martha Medeiros - Jornalista e escritora
Texto na Revista do Jornal O Globo

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

TRECHO DA PEÇA HAMLET

SONETO LXX - WILLIAM SHAKESPEARE

Se te censuram, não é teu defeito,
Porque a injúria os mais belos pretende;
Da graça o ornamento é vão, suspeito,
Corvo a sujar o céu que mais esplende.
Enquanto fores bom, a injúria prova
Que tens valor, que o tempo te venera,
Pois o Verme na flor gozo renova,
E em ti irrompe a mais pura primavera.
Da infância os maus tempos pular soubeste,
Vencendo o assalto ou do assalto distante;
Mas não penses achar vantagem neste
Fado, que a inveja alarga, é incessante.
Se a ti nada demanda de suspeita,
És reino a que o coração se sujeita.


Fonte: http://pensador.uol.com.br

terça-feira, 16 de agosto de 2011

EGOCÊNTRICOS OU EGOÍSTAS


Sabe quando a gente acha que está sozinho no mundo e que ninguém liga pra gente? Pois é, isso tem nome e se chama depressão.

Somos perfeitamente capazes de viver só. Somos pessoas únicas desde nosso nascimento e, se dependemos de alguém, é apenas de nossos pais. Eles nos ensinam a falar e andar quando somos apenas bebês, incapazes de aprender sozinhos se não houver alguém que possamos observar.

Mas podemos ser autossuficientes quando adultos se considerarmos que fazemos tantas outras coisas sem o auxílio de ninguém.

Não podemos nos tornar dependentes irracionais do afeto de outras pessoas. Não podemos obrigar nem implorar ou mesmo mendigar atenção de outrem. Ninguém é obrigado a gostar de ninguém, muito menos se sentir culpado por não gostar.

Temos que aprender que nada no mundo está contra nós e que, se estamos nos sentindo sós, é por nossa livre e espontânea escolha.

Somos o que queremos ser...
Fazemos o que queremos fazer...
Falamos o que queremos falar...
Ouvimos, muitas vezes, o que não queremos ouvir...

"Muita gente estraga a vida com um doentio e exagerado altruísmo." (Oscar Wilde)

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

BARRIGA É BARRIGA

ARNALDO JABOUR


Barriga é barriga, peito é peito e tudo mais.

Confesso que tive agradável surpresa ao ver Chico Anísio no programa do Jô, dizendo que o exercício físico é o primeiro passo para a morte. Depois de chamar a atenção para o fato de que raramente se conhece um atleta que tenha chegado aos 80 anos e citar personalidades longevas que nunca fizeram ginástica ou exercício - entre elas o jurista e jornalista Barbosa Lima Sobrinho - mas chegou à idade centenária, o humorista arrematou com um exemplo da fauna:

A tartaruga com toda aquela lerdeza, vive 300 anos. Você conhece algum coelho que tenha vivido 15 anos?

Gostaria de contribuir com outro exemplo, o de Dorival Caymmi. O letrista compositor e intérprete baiano era conhecido como pai da preguiça. Passava 4/5 do dia deitado numa rede, bebendo, fumando e mastigando. Autêntico marcha-lenta, levava 10 segundos para percorrer um espaço de três metros. Pois mesmo assim e sem jamais ter feito exercício físico viveu 90 anos.

Conclusão: Esteira, caminhada, aeróbica, musculação, academia? Sai dessa enquanto você ainda tem saúde...

E viva o sedentarismo ocioso!!! Não fique chateado se você passar a vida inteira gordo. Você terá toda a eternidade para ser só osso!!!

Então: NÃO FAÇA MAIS DIETA!! Afinal, a baleia bebe só água, só come peixe, faz natação o dia inteiro, e é GORDA!!! O elefante só come verduras e é GORDOOOOOOOOO!!!

VIVA A BATATA FRITA E O CHOPP!!!

Você, menina bonita, tem pneus? Lógico, todo avião tem!

E nunca se esqueçam: "Se caminhar fosse saudável, o carteiro seria imortal."

E lembrem-se sempre:
Celulite quer dizer : "EU SOU GOSTOSA!" Em braile!

domingo, 14 de agosto de 2011

AO PAI DA MANUELA


A mensagem que deixo aqui, neste dia, é ao melhor pai que minha filha poderia ter:

Pai,
Na sua alegria de viver,
No seu coração enorme e bom,
Na sua generosidade e na sua justiça,
Você não poderia me educar melhor...
Me ensinando a amar e respeitar o próximo,
Me ajudando a dar meus primeiros passos,
Me ajudando a aprender minhas primeiras palavras...
Te amo mais que o Sol,
Te amo mais que a Lua,
Na verdade, te amo mesmo mais que tudo.


Feliz Dia dos Pais!

É o que deseja sua filha, Manuela.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

COISAS QUE APRENDI COM VOCÊ


1. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você pegar o primeiro desenho que fiz e prendê-lo na geladeira e, imediatamente, eu tive vontade de fazer outro para você.

2. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você dando comida a um gato de rua, e eu aprendi que é legal tratar bem os animais.

3. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você fazer meu bolo favorito para mim e eu aprendi que as coisas pequenas podem ser as mais especiais na nossa vida.

4. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você fazendo comida e levando para uma amiga que estava doente, e eu aprendi que todos nós temos que ajudar e tomar conta uns dos outros.

5. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você dando seu tempo e seu dinheiro para ajudar as pessoas mais necessitadas e eu aprendi que aqueles que têm alguma coisa devem ajudar quem nada tem.

6. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu senti você me dando um beijo de boa noite e me senti amado e seguro.

7. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você tomando conta da nossa casa e de todos nós, e eu aprendi que nós temos que cuidar com carinho daquilo que temos e das pessoas que gostamos.

8. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi como você cumpria com todas as suas responsabilidades, mesmo quando não estava se sentindo bem, e eu aprendi que tinha que ser responsável quando eu crescesse.

9. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi lágrimas nos seus olhos, e eu aprendi que, às vezes, acontecem coisas que nos machucam, mas que não tem nenhum problema a gente chorar.

10. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi que você estava preocupada e eu quis fazer o melhor de mim para ser o que quisesse.

11. Quando você pensava que eu não estava olhando, foi quando eu aprendi a maior parte das lições da vida que eu precisava para ser uma pessoas boa e produtiva quando eu crescesse.

12. Quando você pensava que eu não estava olhando, eu olhava para você e queria te dizer: Obrigado por todas as coisas que eu vi e aprendi quando você pensava que eu não esta olhando!

Autor Desconhecido


OBS: Essa é uma mensagem que todos os pais deveriam ler porque seus filhos estão olhando você e memorizando o que você faz, não o que você diz.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

ORAÇÃO DA SERENIDADE

A Oração da Serenidade foi escrita em 1943 pelo teólogo protestante Reinhold Niebuhr. Com grande profundidade, sintetiza a arte de bem viver.


Concedei-me, Senhor,
a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar,
coragem para modificar aquelas que posso
e sabedoria para distinguir uma da outra,
vivendo um dia de cada vez,
desfrutando um momento de cada vez
aceitando as dificuldades como um caminho para alcançar a paz.


A explicação de quem escreveu a oração foi retirada do blog http://clasqu.blogspot.com, de Clarice Ayla.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

PEDIR EM AMIZADE-Martha Medeiros

Fonte da Imagem: http://mylife-rosemari.blogspot.com

Uma vez uma menininha de uns oito anos se aproximou de mim e disse: "eu queria pedir tua filha em amizade". Ela já andava rondando a casa, pois havia percebido a presença de uma criança da idade dela e estava louca para brincar, mas achei de uma singeleza ela "pedir" para ser amiga da minha filha, como se pedia em namoro duzentos anos atrás.

Crianças têm esse hábito. Lembro que, no tempo do colégio, às vezes alguma menina se aproximava e pedia: posso ser tua amiga? Geralmente era alguém desenturmado, que não conhecia outra maneira de criar laços a não ser solicitando formalmente. Raramente dava certo, pois amizade é uma coisa que se constrói devagarinho, depois de muitas emoções vivenciadas em conjunto...

Mas se fosse fácil, se bastasse pedir, eu saberia pra quem. Bateria no ombro do Guga e do Fernando Meligeni e com a cara-de-pau que Deus me deu, perguntaria: posso ser amiga de vocês? Aquele sorrisão que o Meligeni deu ao terminar o último jogo da Copa Davis vale mais do que qualquer atestado de idoneidade. Esses guris são muito gente boa. Eu não suporto videokê, mas com eles eu passaria horas cantando o repertório do Só Pra Contrariar e iria me divertir feito uma pagodeira nata.

Para a Marília Gabriela, eu pediria de joelhos: deixa, deixa eu ser sua amiga. A gente passaria tardes falando sobre tudo e sobre todos, seríamos duas entrevistadoras e duas entrevistadas, duas verborrágicas, duas mulheres tentando entender o mundo.

Para o Nelson Motta e a Constanza Pascolato, eu pediria com delicadeza: posso ser amiga da dupla? Tanto faz se no Rio ou em Nova York, se é para falar de música ou de moda, ouvir gospell ou jazz, tenho certeza que a elegância e o sorriso mandariam na conversa.

Eu gosto de pessoas inteligentes que enxergam o mundo com humor. Não precisa ser famoso. Tem muitas pessoas em quem eu bato o olho e penso: deve ser legal ser amiga dele. É gente que não carrega o mundo nas costas, que fala olhando nos olhos, que não se leva tão a sério, que é franca na hora do sim e na hora do não. É difícil sacar as qualidades de uma pessoa sem antes conhecê-la, mas intuição existe pra isso. Tenho vários amigos que enriquecem minha vida e se encaixam no meu conceito de "pessoas especiais", mas meu coração é espaçoso e está em condições de receber novos inquilinos: Pedro Bial, se você quiser, ainda tem lugar.


terça-feira, 9 de agosto de 2011

PODE SER... - Albert Einstein


Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

22 DICAS PARA MANTER A BOA FORMA NO INVERNO


1. Não tenha medo do frio, nos primeiros minutos de exercício já nem se lembrará de que ele existe.

2. Os exercícios mais propícios à temperatura do inverno são os aeróbios de intensidade moderada como caminhada, pilates, yoga e bicicleta. Além do aquecimento corporal, esses exercícios também contribuem para o gasto calórico.

3. As atividades com água, como é o caso da hidroginástica e da natação, não possuem muita adesão no frio. Portanto, priorize a substituição do esporte, ao invés do abandono temporário da prática do exercício físico.

4. De nada adianta querer colocar um monte de blusas de frio, tampouco uma capa de plástico envolvida no abdômen. Ao invés de intensificar a queima das calorias, como muitos acreditam, as medidas o farão perder liquido e, consequentemente, aumentar o risco de desidratação.

5. Se a preguiça da malhação no inverno se restringe a sair de casa, opte pelos exercícios caseiros como abdominal, alongamento, séries aeróbias ou até mesmo a esteira. É importante optar apenas pelos exercícios que já tenha recebido a orientação necessária de um profissional para a prática.

6. Caso pratique atividades físicas ao ar livre, a opção para não perder o ritmo nos dias de frio e chuva é substituir esse espaço por ambientes climatizados, seja em um clube, em uma academia ou mesmo na própria casa.

7. Se acordar cedo para praticar esportes no inverno passa a ser um martírio, busque um horário alternativo para a academia e prolongue um pouco mais as horas do sono matinal. Fazer exercícios físicos não pode ser uma tortura.

8. Escolha um horário em que a temperatura esteja mais quente. O calor estimula seus músculos para o exercício físico. Portanto, o horário do almoço pode ser uma boa alternativa para o inverno. Mas, para quem não tem essa opção disponível, a dica é emendar o trabalho com a academia.

9. No frio é possível também diminuir a intensidade dos exercícios. A recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) é que a prática do esporte seja realizada cinco vezes por semana e 30 minutos por dia para manter a saúde. Portanto, as visitas às academias não precisam se estender mais do que isso, como geralmente se faz no verão.

10. O cuidado com o choque térmico deve ser redobrado nesta época do ano. Nada de sair com o corpo suado para ambientes externos sem a proteção de um agasalho. Evite que o corpo perca o calor, adquirido com os exercícios físicos, de maneira brusca. Priorize a saúde sempre.

11. Os adeptos aos exercícios ao ar livre devem caprichar no agasalho. Ao ar livre ou não, a roupa para prática de exercícios tanto no inverno como no verão deve ser confortável para execução e amplitude dos movimentos. A diferença é que o frio exige um agasalho que não retenha o suorpara manter o corpo sempre seco.

12. Para evitar a desidratação é importante beber muita água durante os exercícios. Reponha ao menos o liquido perdido com a transpiração. Mesmo que não sinta tanta sede no inverno, já que o corpo transpira menos, o organismo exige a ingestão de 1 a 2 litros de água por dia. Ande sempre com uma garrafinha para se lembrar desse compromisso ou recorra aos programas de hidratação já disponíveis em alguns celulares.

13. A musculação também não fica de fora da lista dos exercícios recomendados no inverno. A prática mantém a musculatura e os ossos fortalecidos.

14. Evite os alimentos gordurosos antes dos treinos. O alimento rico em gordura, permanece mais tempo no organismo, dificulta a digestão e compromete o rendimento esportivo. Além disso, enquanto 1g de carboidrato tem quatro calorias, 1 g de gordura tem 9 calorias.

15. No inverno devem ser ingeridos os mesmos alimentos que no verão. O que vai diferenciar é o preparo. Portanto, ao invés de saladas, priorize os refogados. As sopas e os chás são excelentes opções para o frio, com baixos valores calóricos. Uma porção de sopa de grãos e cereais de 80 a 100g, por exemplo, pode ter apenas 300 calorias.

16. Para a prevenção de gripes, comuns nessa época do ano, é importante atentar-se aos alimentos ricos em vitamina C, tais como a couve, a salsa, o morango, o tomate e a acerola.

17. Não se esqueça do potássio para evitar cãibras durante a prática de exercícios. Além da banana, é possível recorrer ao tomate e a laranja.

18. Para manter a forma não basta fazer exercícios físicos. É importante também manter uma dieta saudável, baseada em legumes, verduras, carne, frutas, grãos integrais e fibras.

19. Ainda que no frio o apetite aumente, a recomendação é que sejam ingeridas de 800 a 1.200 calorias por dia para emagrecer. Faça uma reeducação alimentar com ingestão tanto de proteína, carboidrato, gordura - em pouca quantidade -, vitaminas e sais minerais.

20. Faça seis refeições por dia, três delas maiores (café da manhã, almoço e janta) e outras três intermediárias. A dica é não esperar ter fome para comer.

21. Esqueça-se dos doces e isso inclui o chocolate, tão consumido no inverno. Esse tipo de alimento pode custar 800 calorias de sua cota diária. Para saciar a vontade do doce opte pelas frutas secas in natura e por até quatro porções de frutas por dia.

22. Para conseguir usar o biquíni no verão ou mesmo manter a forma para a estação, é preciso começar a reeducação alimentar e a prática de exercício ainda no inverno para que o resultado seja eficiente.


Fonte: http://fotos.noticias.bol.uol.com.br

domingo, 7 de agosto de 2011

CONSELHOS DE DALAI LAMA...

· Dê mais às pessoas, MAIS do que elas esperam, e faça com alegria.
· Decore seu poema favorito.
· Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo o que você tem e durma tanto quanto você queira.
· Quando disser "Eu te amo" olhe as pessoas nos olhos.
· Fique noivo pelo menos seis meses antes de se casar.
· Acredite em amor à primeira vista.
· Nunca ria dos sonhos de outras pessoas.
· Ame profundamente e com paixão.
· Você pode se machucar, mas é a única forma de viver a vida completamente.
· Em desentendimento, brigue de forma justa, não use palavrões.
· Não julgue as pessoas pelo seus parentes.
· Fale devagar mas pense com rapidez.
· Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte: "Porque você quer saber?".
· Lembre-se que grandes amores e grandes conquistas envolvem riscos.
· Ligue para sua mãe.
· Diga "saúde" quando alguém espirrar.
· Quando você se deu conta que cometeu um erro, tome as atitudes necessárias.
· Quando você perder, não perca a lição.
· Lembre-se dos três Rs: Respeito por si próprio, respeito ao próximo e responsabilidade pelas ações.
· Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade.
· Sorria ao atender o telefone, a pessoa que estiver chamando ouvirá isso em sua voz.
· Case com alguém que você goste de conversar. Ao envelhecerem suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra.
· Passe mais tempo sozinho.
· Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores.
· Lembre-se de que o silêncio, às vezes, é a melhor resposta.
· Leia mais livros e assista menos TV.
· Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e olhar para trás, você poderá aproveitá-la mais uma vez.
· Confie em Deus, mas tranque o carro.
· Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça tudo que puder para criar um lar tranquilo e com harmonia.
· Em desentendimento com entes queridos, enfoque a situação atual.
· Não fale do passado.
· Leia o que está nas entrelinhas.
· Reparta o seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade.
· Seja gentil com o planeta.
· Reze. Há um poder incomensurável nisso.
· Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado.
· Cuide da sua própria vida.
· Não confie em alguém que não fecha os olhos enquanto beija.
· Uma vez por ano, vá a algum lugar onde nunca esteve antes.
· Se você ganhar muito dinheiro, coloque-o a serviço de ajudar os outros, enquanto você for vivo. Esta é a maior satisfação de riqueza.
· Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele em que o amor de um pelo outro é maior do que a necessidade de um pelo outro.
· Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para conseguir.
· Lembre-se de que seu caráter é seu destino.
· Usufrua o amor e a culinária com abandono total.


Fonte: http://pensador.uol.com.br

sábado, 6 de agosto de 2011

MEU MUNDO É VOCÊ...



Tenho uma expectativa de vida entre 10 e 15 anos. Uma das coisas que mais me machucaria seria uma separação forçada da pessoa que eu aprendi a gostar. Saudade dói muito!

Dizem que sou irracional, mas é só dar um tempinho pra mim e saberei entender o que você deseja. Confiança se conquista e farei de tudo pra conquistar a sua. Isto me fará um bem muito grande.

Quando você me prende em algum lugar como punição ou então fica zangado comigo por muito tempo, eu fico muito triste, pois você tem amigos, escola, trabalho, diversão, mas eu, só tenho você!

Sei que muitas vezes sou levado, ciumento e arteiro. Por favor, nestas situações, não me bata, nem me maltrate, são apenas atitudes de quem quer chamar a atenção e receber um carinho a mais da pessoa que mais gosto na vida!

Estava me esquecendo, lembre-se, não tem dia nem horário, estarei sempre pronto a te acompanhar, sem reclamar e muito feliz por fazer parte da sua vida. Por tudo isso, quando eu ficar velhinho, cuide bem de mim! Lembre-se dos momentos maravilhosos que passamos, e não me abandone, um dia você também vai ficar com mais idade.

E finalmente, a vida pra mim é muito mais fácil e bonita, pois tenho você sempre ao meu lado.

Assinado: Seu Animal de Estimação